acervo.reheg.fe.br

Acervo de documentos da Rede de Estudos de História da Educação de Goiás

Coleção BR REHEG MU - COLEÇÃO MUSEU VIRTUAL DA EDUCAÇÃO EM GOIÁS

Formandos de 1930 da Esco... Primeira professora de An...  Desfile Grupo Escolar An... Desfile de 7 de Setembro ... Primeira Fanfarra de Anáp... Corpo Docente e Discente ... Turma de Alunas do Ginási... Turma de Alunas do Ginási... Página de um livro de ata... 3º Anno Elementar - Prof.... Resultados dos Exames Fin... Certificado do Curso de P... Manual de Informação para... Diploma do Curso Médio Pr... Histórico Escolar de 2º G... Diploma do Curso de Habil... Histórico Escolar do Curs... Certificado de Representa... Histórico Escolar - 1947 Certificado de Educação F... Recibo de Pagamento de Im... Recipiente para Goma Arábica Dois Tinteiros com Caneta... Vidros de Tinta Líquida Mata-Borrão Suporte para Caneta com T... Caneta de Encaixe com Var... Penas para Tintas Líquidas Caneta com Pena Tinteiro de Madeira com R... Primeiro Computador de An... Lousa de Ardósia tendo ab... Detalhe do Lápis de Ardós... Detalhe da Lousa de Ardós... Detalhe do Lápis sobre a ... EJA Antes da Década de 60... Verso da Contracapa do Li... Dedicatória do Livro "Edu... Capa do "Livro de Leitura... Contracapa do "Livro de L... Palavra Geradora "VOTO" (... Texto "Os Direitos do Hom... Palavras Geradoras "POVO"... Texto "A Sindicalização" ... Foto "Moradores do Bairro... Foto "Escola de Adultos d... Texto "Justiça e Paz" Palavras Geradoras "DINHE... Capa do 2º Livro de Leitu... Lição 10 do 2º Livro de L... Lição 2 do 2º Livro de Le... Lição 11 do 2º Livro de L... Lição 3 do 2º Livro de Le... "Conjunto Didático Benedi... Jovelina - Folha-ficha do... Texto "O Trabalho" - "Con... Cartaz da Campanha de Alf... Texto Síntese - "Conjunto... Capa do Livro "Educar par... Texto "A Importância do R... Poesia "Alerta ao Homem d... Texto "Época de Eleição" ... Último Texto do Livro "Ed... Capa dos Anais da "II Con... Revista Educação e Sociedade Capa do Livro "De Angicos... Composição "Paulo Freire ... 1ª Edição do Livro "Educa... Clássicos da Educação Pop... Publicações sobre o Movim... Capa do Documento "Aspect... Capa do Livro "O que é Mé... Texto para Reflexão nº 01... Dissertação de Mestrado "... Capa da Dissertação de Me... Capa da Dissertação de Me... Capa do Livro "MEB 40 Ano... Composição "O Golpe na Ed... Capa da Revista Alfabetiz... Texto "Educação de Adoles... Anais do Seminário Intern... Texto "Projeto AJA - Uma ... Dissertação de Mestrado "... Dissertação de Mestrado "... A Política de Formação de... Composição com Materiais ... Composição com as Capas d... Capa da Coletânea de Text... Capa da Coletânea de Text... Composição com o Material... Professoras do Movimento ... Retrato do Bispo  D. Germ... Primeira turma de formand... Formandas de 4a série em ... Formandas de 4ª série A (... Primeiro prédio da escola... Escola Normal "Imaculada ... Grupo Escolar "Brasil Cai... Colégio "Novaes" (1919 - ... Inauguração do Instituto ...
Resultados 1 a 100 de 214 Show all

Zona de identificação

Código de referência

BR REHEG MU

Título

COLEÇÃO MUSEU VIRTUAL DA EDUCAÇÃO EM GOIÁS

Data(s)

  • 2002 - (Produção)

Nível de descrição

Coleção

Dimensão e suporte

Área de contextualização

História do arquivo

Coleção Museu Virtual da Educação em Goiás

A Coleção Museu Virtual da Educação em Goiás reúne seis séries que incluem:
1) Escrituração escolar,
2) Turmas e professores,
3) Eventos escolares,
4) Prédios escolares,
5) Objetos escolares
6) Educação de Jovens e Adultos.
O conjunto reúne 214 peças documentais e resulta do esforço da Rede de Estudos de História da Educação de Goiás (REHEG) no sentido de recuperar e preservar o acervo do Museu Virtual da Educação em Goiás, lançado em 2002. Este projeto - o Museu Virtual da Educação em Goiás - é uma iniciativa pioneira no exercício de digitalizar e publicizar documentos da história da educação de Goiás.

O Museu Virtual da Educação em Goiás

O Museu Virtual da Educação de Goiás se constituiu como produto da pesquisa intitulada Infovias e educação, tendo sido lançado, por meio do site da Faculdade de Educação/UFG, no ano de 2002. Trata-se de iniciativa pioneira no país desenvolvida por professores que representavam entre outras, a Faculdade de Educação/UFG e os Campi de Catalão e Jataí. Surgia com a proposta de "preservação de uma dimensão da cultura brasileira ainda muito escondida na história, que se revela em materiais didáticos, fotos, documentos, textos e manuais escolares e não-escolares, nos livros produzidos para alfabetizar jovens e adultos, nos diplomas e boletins amarelados, nos cartazes cuidadosamente elaborados por professores entre outros acervos que precisam ser resgatados e preservados na memória da educação do estado de Goiás. (TOSCHI; RODRIGUES, 2003, p. 322)."
Esta pesquisa também buscava contribuir com a introdução do uso de tecnologias na educação, envolvendo quatro cidades de Goiás, as quais compunham uma rede de infovias do estado. Tinha o objetivo de gerar acervos e disponibilizá-los ao público em geral, com vistas a preservar a memória não apenas da educação escolar, mas da educação popular (EP), especialmente da Educação de Jovens e Adultos – EJA em Goiás. Para tal buscou-se identificar e conhecer a história da educação em Goiás, contatar com aqueles que vivenciaram esta história, instituições, museus, fotografar digitalmente objetos, situações escolares, tecnologias, arquiteturas de escolas, documentos relativos à educação no estado. Tais documentos eram digitalizados, catalogados e se prestavam a suportes de memória da educação goiana, acessíveis na rede internacional de informação. Exemplo disso foram as entrevistas com pessoas que guardam a história da educação popular e EJA em suas memórias, com a produção artesanal de vídeos, sendo um deles disponibilizado no site do Museu.
A viabilidade da produção do Museu Virtual da Educação em Goiás decorreu da utilização de uma metodologia de natureza qualitativa que incluía cursos, reflexões teóricas em grupo de estudos, jornadas acadêmicas, consultorias com especialistas, produção fotográfica e de vídeo e criação de homepage. A aprendizagem do como fotografar (ângulos, luz, fundo etc.), filmar, compor um vídeo (desde a estrutura do roteiro, a transcrição das falas e respectivos tempos, a sequência de imagens/sons, entre outros aspectos, considerando a essência das informações histórico/pedagógicas a serem mostradas) foi fundamental para a equipe multidisciplinar, que contava com pedagogas, fotógrafa, historiadores, jornalista, estudantes em informática e pedagogia, os quais tinham uma preocupação muito grande em preservar a história da educação popular e escolar de Goiás, o que possibilitou o registro, preservação digital e a hospedagem desse material em homepage, dividida em seis links: fotos, documentos, objetos, tecnologias, arquitetura das escolas e Memória Viva, “um museu dentro de outro”, trazendo a história da EJA e educação popular vivida em Goiás, direcionada aos jovens e adultos, antes da década de 1960, os movimentos de educação popular da década de 1960 e pós este período.
As características observáveis no processo de tratamento dos documentos e na postagem dos mesmos revelam o esforço do grupo numa iniciativa que combina pioneirismo e ousadia. O Museu Virtual da Educação de Goiás constitui uma prática fundante do papel de certos suportes de tecnologias de informação aliado à memória educativa de Goiás. Contribui para a definição estatutária dos sentidos de um museu virtual, repositório de acervos e peças documentais da memória, da cultura e da história. Um museu é “mais que um depositário das coisas antigas, um museu deve traduzir a dinâmica da sociedade e do período histórico que os objetos representam.” (Toschi e Rodrigues, 2003, 324). A totalização geral das peças documentais trabalhadas por ocasião do ano de 2002 envolveu a preservação digital de “mais de duzentas fotos”, ainda acessíveis no endereço http://www.fe.ufg.br/museu/.
“Foi um trabalho árduo, prazeroso e de muito aprendizado”. (RODRIGUES, 2012). No caso da EJA e EP, perpassou desde a composição de uma rede com as pessoas que atuaram no Movimento de Educação de Base, para identificar os portadores de tradição, a localização das pessoas que atuaram no movimento, o contato e aceite em gravar entrevistas, especialmente aqueles que viveram a história da educação popular na década de 1960 e sofreram na pele os horrores da ditadura militar, sendo presos, torturados e exilados, tendo dificuldades de falar sobre o trabalho desenvolvido; a transcrição das gravações e a composição do roteiro do vídeo.
As entrevistas gravadas sobre o MEB revelaram que os seus dados estavam dispersos, as memórias fragmentadas. Sendo que em função do tempo, da repressão ou do silenciamento provocado pelas circunstâncias históricas da ditadura militar, houve a ocultação e o apagamento de registros, e nas pessoas que nele atuaram, lapsos de memória, gerando um vácuo, indicando a necessidade de recompor individual e coletivamente a história vivida no/pelo Movimento.
A construção do Museu trata-se de um trabalho artesanal na composição das imagens, na seleção e coleta de materiais do período, constituindo parte da história do estado de Goiás, pouco registrada e divulgada. Foi permeada por várias viagens a municípios goianos, dias e dias de identificação das imagens... e muito prazer em ver o resultado final, o Museu.
Após a divulgação do Museu, em 2002, no site da Faculdade de Educação da Universidade Federal de Goiás - UFG notou-se que em diferentes momentos de reestruturação da página da UFG houve perdas gradativas de muitos dados do Museu, geradas pela incompatibilidade de novos programas com aquele empregado pelo Museu Virtual no ano de 2002.
No final de 2008 a coordenação da Rede de Estudos de História da Educação de Goiás, entrou em contato com a coordenação do Museu Virtual da Educação em Goiás, com o propósito de revitalizar o tratamento conferido ao acervo produzido em 2002. A partir de 2009, a Rede de Estudos de História da Educação de Goiás, incorporou o acervo produzido em 2002, pelo Museu Virtual da Educação em Goiás, com o compromisso de destinar ao respectivo acervo, o seguinte tratamento: Criar uma coleção intitulada Museu Virtual da Educação em Goiás que fosse organizada em duas modalidades: 1) disponibilização da versão original do projeto; 2) disponibilização do acervo do Museu Virtual da Educação em Goiás (2002) no Ica-atom, organizando-o em seis séries, a saber: Escrituração Escolar, Turmas de alunos e Professores, Eventos escolares, Prédios escolares, Objetos escolares e Educação de Jovens e Adultos.
O Museu Virtual da Educação em Goiás (2002) foi coordenado pela Profa. Dra. Mirza Seabra Toschi e sua equipe era composta pelos seguintes professores e estudantes:

Faculdade Educação/UFG
Profa. Cleide Aparecida Carvalho Rodrigues
Profa. Maria Emilia de Castro Rodrigues - Coordenadora do acervo Memória Viva/Educação de Jovens Adultos
Profa. Verbena Lisita (in memorian).

UFG- Campus Jataí
Profa. Eva Aparecida Oliveira

UFG - Campus Avançado de Catalão
Profa. Juçara Gomes de Moura
Profa. Maria Aparecida Almeida
Prof. Wolney Honório Filho

Universidade Estadual de Goiás
Profa. Regina Maria de Araújo Tomaz Netto

Alunos de Iniciação Científica - FE/UFG
Crystiane Ribeiro Mendes, Juliana Guimarães Faria e Silvia de Fátima Azevedo Coelho.

O projeto Museu Virtual da Educação de Goiás – FE/UFG foi lançado em 2002, sendo que a sua continuidade foi interrompida, entre outros aspectos, devido à dispersão da equipe, o que se explica por motivos diversos, que incluem a aposentadoria da Profa. Mirza S. Toschi e afastamentos de docentes para qualificação.

Texto de Maria Emilia de Castro Rodrigues e Valdeniza Maria Lopes da Barra.

Fonte imediata de aquisição ou transferência

Zona do conteúdo e estrutura

Âmbito e conteúdo

Nota: A produção da coleção Museu Virtual da Educação em Goiás incorporou todas as informações textuais referentes ao acervo do Museu Virtual 2002.

Avaliação, selecção e eliminação

Ingressos adicionais

Sistema de organização

Zona de condições de acesso e utilização

Condições de acesso

Condiçoes de reprodução

Idioma do material

Script do material

Notas ao idioma e script

Características físicas e requisitos técnicos

Instrumentos de descrição

Zona de documentação associada

Existência e localização de originais

Foi produzido um representante digital do museu no dia 6 de dezembro do ano de 2011. O arquivo do representando digital está hospedado na estrutura de pastas do serviço de portais da UFG, disponível para download em http://reheg.fe.ufg.br/uploads/252/original_REPRESENTANTE_DIGITAL_MUSEU_VIRTUAL_DA_HISTORIA_DA_EDUCACAO.rar?1365010622

Existência e localização de cópias

Unidades de descrição relacionadas

Zona de notas

Pontos de acesso

Pontos de acesso - assunto

Pontos de acesso - lugares

Ponto de acesso - nome

Zona do controlo da descrição

Identificador da descrição

identificador da instituição

Regras ou convenções utilizadas

Estatuto

Nível de detalhe

Datas de criação, revisão, eliminação

Idioma(s)

Script(s)

Fontes

Metadados de objeto digital

Tipo de suporte

Imagem

Mime-type

image/jpeg

Tamanho do ficheiro

28.2 KiB

Transferido

3 de abril de 2013 14:16

Zona de direitos do objeto digital (Master)

Zona de direitos do objeto digital (Referência)

Zona de direitos do objeto digital (Visualização)

Zona da incorporação

Related subjects

Related people and organizations

Related places